Peter Shaffer morre na Irlanda


8 de Junho, 2016

O dramaturgo britânico Peter Shaffer, autor de “Amadeus”, cuja argumento para o cinema lhe deu um Óscar, morreu na segunda-feira, na Irlanda, aos 90 anos, anunciou ontem a sua agência de representação.


“Peter morreu em paz às 5h30 da manhã de 6 de Junho de 2016, num hospital de Marymount, do condado de Cork, com a sua sobrinha, Cressida, ao seu lado”, informou a agência Macnaughton Lord em comunicado.
Vencedor de muitos prémios Tony, Olivier e Globos de Ouro, Shaffer foi duas vezes indicado ao Óscar na categoria de melhor argumento adaptado por duas adaptações das  suas obras: “Equus” e “Amadeus”, vencendo em 1984 pela segunda, que narrava a relação entre Wolfgang Amadeus Mozart e do também músico e rival italiano Antonio Salieri.
Peter Shaffer era irmão gémeo de Anthony Shaffer, também argumentista e dramaturgo, que assinou o argumento do filme de Alfred Hitchcock “Frenesi” e o de “Morte Sobre o Nilo”.
Shaffer vivia em Nova Iorque, mas visitava regularmente Londres e o condado irlandês de Cork, onde comemorou os seus 90 anos no mês passado e onde morreu.
Shaffer iniciou a sua carreira profissional com The Royal Hunt of the Sun, em 1964, na companhia embriã do que viria a ser o National Theatre. Seguiu-se a peça Black Comedy, em 1965, com nomes como Maggie Smith, Derek Jacobi e Albert Finney no elenco.

capa do dia

Get Adobe Flash player




ARTIGOS

MULTIMÉDIA