Teatro em filme e revista

Roque Silva |
30 de Setembro, 2015

Fotografia: Eduardo Pedro

Uma revista e um documentário que abordam os mais de 20 anos da história do teatro em Angola vai ser publicada nos próximos meses em Luanda, numa iniciativa da  produtora Cena Livre e da Sonangol, disse Azevedo Bochecha, responsável pela produção da revista.

Com o título “A realidade do teatro em Angola” o novo periódico  inclui reportagens fotográficas com informações sobre os espectáculos de maior sucesso dos grupos no activo e biografia de encenadores e actores.
Deazevedo Bochecha, da produção, disse que os grupos estão a ser radiografados por formas a criar um arquivo fotográfico do teatro nacional. Actividades como festivais nacionais, provinciais, temporadas e acampamentos têm garantido o acervo que se pretende para se divulgar mais o teatro angolano.
O projecto prevê o lançamento, em Outubro, do canal “Cena Livre”, no site de partilha de vídeos Youtube, onde vão constar vídeos e imagens, em síntese, das actividades feitas um pouco por todo o país.
O documentário  inclui espectáculos de vários grupos de Luanda no activo e das companhias mais representativas  das outras 17 províncias.
As peças que marcaram a história do teatro angolano vão constar no seu formato original, sendo que outras aparecem no documentário à guisa de continuidade da história. Aos espectáculos “O Feiticeiro  e o Inteligente”, da companhia de teatro Etu Lene, “Cassinda não volta atrás”, do Nguizane Tuxicane, “4:30”, do Miragens, “Hotel Komarca”, do Henrique Artes, disse, vão  juntar-se outros menos representativas e anónimos.
O objectivo da iniciativa, frisou Azevedo Bochecha, é apresentar a trajectória do teatro angolano e o historial dos grupos, dos encenadores e actores, para que seja divulgados os anónimos por formas a levá-los ao conhecimento do público.

capa do dia

Get Adobe Flash player




ARTIGOS

MULTIMÉDIA