''Um Passaporte Húngaro'' exibido na Academia BAI


15 de Julho, 2015

Fotografia: AFP

O filme brasileiro “Um Passaporte Húngaro”, de Sandra Kogut, é exibido hoje, às 19h00, na Academia BAI, em Luanda, no âmbito do ciclo de cinema sobre migrações, numa parceria entre a Aliança Francesa e a Casa da Cultura Brasil-Angola.

O ciclo tem entradas livres, e mostra filmes de diversos países que retratam o percurso das pessoas que viajam em busca de melhores condições de vida.
“Um Passaporte Húngaro” é um documentário que relata a descoberta de uma família, através de um passaporte, dividida entre dois mundos e dois exílios, aqueles que se foram e aqueles que permaneceram onde estavam, sendo Mathilde Lajta uma das personagens.
Amanhã vai ser exibido “Outros Bairros”, filme português  sobre as vivências   das pessoas que vivem em bairros degradados na periferia de Lisboa. O documentário é assinado por Inês Gonçalves, Kiluanje Liberdade e Vasco Pimentel e aborda as experiências de jovens africanos residentes nos bairros da Pedreira dos Húngaros e Santa Filomena. O ciclo encerra com “A Emigrante”, dos Estados Unidos, que narra a vida das irmãs Magda e Ewa, que deixam a sua terra,  a Polónia, e chegam a Nova Iorque,  em busca do sonho americano. Assim que desembarcam, são separadas. Os filmes franceses “Welcome” e “Eu um Negro”, já foram exibidos no decorrer do ciclo.

capa do dia

Get Adobe Flash player




ARTIGOS

MULTIMÉDIA