Flamenco chega a Londres


21 de Fevereiro, 2015

Fotografia: Reuters

A 12ª edição do Festival de Flamenco foi aberta ontem e permanece até 1 de Março na cidade de Londres, no teatro Sadlers Wells, com participação de 160 artistas de renome internacional.

Durante as duas semanas, a organização pretende apresentar sete espectáculos, além de uma oficina e duas palestras. O cantor Arcángel foi o primeiro a actuar, com “Cheiro da terra”, acompanhado pela bailarina Patria Guerrero.
Durante a festa do flamenco realiza-se a estreia internacional de Imagens, um espectáculo no qual o Ballet Flamenco de Andaluzia, dirigido por Rafaela Carrasco, celebra os seus 20 anos e ao mesmo tempo homenageia os directores que dirigiram o agrupamento de dança.
O Ballet Nacional da Espanha também participa no festival com as peças “Suite Sevilla”, com coreografia do seu director, António Najarro, e “Grito”, de António Canales.
O flamenco é um estilo de música e dança, cujas origens remontam à cultura cigana, com influência árabe e judaica. A cultura do flamenco é associada principalmente à região da Andaluzia, em Espanha, assim como a Múrcia e Estremadura, e tornou-se um dos símbolos da cultura espanhola. No dia 16 Novembro de 2010, o flamenco foi declarado património cultural imaterial da humanidade pela Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura (UNESCO).
O flamenco consistia originalmente apenas de canto (cante) sem acompanhamento. Depois, começou a ser acompanhado por violão, ou guitarra (toque), palmas, sapateado e dança (baile). O toque e o baile podem também aparecer sem o cante, embora o canto permaneça no coração da tradição do flamenco.
A primeira vez que o flamenco foi mencionado na literatura remonta a 1774 no livro “Cartas marruecas”, de José Cadalso.

capa do dia

Get Adobe Flash player




ARTIGOS

MULTIMÉDIA