Francofonia celebrada com acções culturais


13 de Março, 2015

O embaixador da Bélgica em Angola, Charles Delogne, declarou em Luanda, que a francofonia não visa somente a promoção do francês, língua falada por mais de 220 milhões de pessoas em todo Mundo, mas também a diversidade cultural, a paz, a democracia e os direitos humanos.

O diplomata, que falava numa conferência de imprensa que marcou o início oficial das comemorações da “Semana da Francofonia”, que vai decorrer até 21 deste mês, em Luanda, afirmou que a Organização Internacional da Francofonia tem por missão dar corpo a uma solidariedade activa entre os 77 Estados e Governos que a compõem. Charles Delogne revelou que a organização tem por missão apoiar a educação, a formação, o ensino superior e a pesquisa, desenvolver a cooperação ao serviço do desenvolvimento sustentável.
Segundo o embaixador, a Organização Internacional da Francofonia, que lidera acções de cooperação multilateral, tem o objectivo, além da divulgação da língua francesa, de contribuir para melhorar o nível de vida das populações. Na presença dos seus homólogos da França, da Suíça e de Moçambique, país observador, do director-geral da Alliance française de Luanda, o embaixador belga disse que os 77 Estados e Governos que compõem a Organização Internacional da Francofonia constituem mais de um terço dos Estados membros das Nações Unidas.
Dados divulgados pela Organização Internacional da Francofonia tornados públicos indicam que o francês é a nona língua mais falada no Mundo e, a par do inglês, é utilizada nos cinco continentes.   
África é actualmente, de acordo com as estatísticas, o continente onde há um maior número de francófonos, com mais de 96,2 milhões de falantes.

capa do dia

Get Adobe Flash player




ARTIGOS

MULTIMÉDIA