"Fury" ultrapassa "Em parte incerta"


24 de Outubro, 2014

O filme sobre a II Guerra Mundial “Fury”, protagonizado por Brad Pitt, estreou no fim-de-semana e já ocupou o número um nas bilheteiras dos Estados Unidos, tirando o lugar a “Em parte incerta”, de David Fincher, que tinha liderado as receitas nas duas últimas semanas.

De acordo com os dados divulgados pela empresa Rentrak, especializada em análise de audiências, “Fury”, co-protagonizado por Logan Lerman, Shia LaBeouf, Michael Peña e Jon Bernthal, liderou a disputa, com 23,5 milhões de dólares. Trata-se da melhor estreia na carreira do seu realizador, David Ayer, embora as receitas tenham sido menores do que as obtidas por “Sacanas sem lei”, de Quentin Tarantino, também com Brad Pitt no elenco.
Por sua vez, “Em parte incerta”, com Ben Affleck e Rosamund Pike numa história sobre os segredos de um casamento que parece perfeito, caiu para a segundo posição, com 17,8 milhões de dólares. O filme ultrapassou a barreira dos cem milhões de dólares nos EUA e está a caminho de se transformar na obra mais vista de Fincher no país. Em todo o mundo, já arrecadou mais de 200 milhões de dólares.
No terceiro lugar e com 17 milhões de dólares ficou “Festa no Céu”, a animação de Jorge Gutierrez que conta com a produção de Guillermo del Toro. Esta história passada na tradicional festa mexicana do Dia de Mortos propõe um relato no qual um jovem toureiro se vê dividido entre cumprir as expectativas da sua família ou seguir o seu coração e dedicar-se à sua verdadeira paixão: a música.
A comédia familiar da Disney “Alexandre e o Dia Terrível, Horrível, Espantoso e Horroroso”, com Steve Carell e Jennifer Garner, atingiu a quarta posição com 12 milhões de dólares.  Dirigida por Miguel Arteta, conta como um casal com quatro filhos tenta não perder o bom humor, apesar de ter um dia mau, no qual o marido procura emprego e a mulher paga pelos erros de um acontecimento com o actor Dick Van Dyke, do clássico “Mary Poppins”.
A quinta posição foi para o drama romântico “O Melhor de Mim”, com Michelle Monaghan, James Marsden, Luke Bracey e Liana Liberato, que arrecadou 10,2 milhões de dólares, a marca mais baixa para uma adaptação para o cinema de um livro de Nicholas Sparks.
O filme de Michael Hoffman relata a história de Amanda (Liana Liberato) e Dawson (Luke Bracey) que voltam a encontrar-se 20 anos depois, quando visitam a povoação onde cresceram devido a um funeral. Além disso, a estreia limitada de “Homem-Pássaro”, de Alejandro González Iñárritu, arrecadou 415 mil dólares em apenas quatro salas de Nova Iorque e de Los Angeles.
A história apresenta o retrato de uma estrela decadente dos filmes de super-heróis que quer recuperar o prestígio a dirigir, escrever e protagonizar a sua própria obra na Broadway.

capa do dia

Get Adobe Flash player




ARTIGOS

MULTIMÉDIA