Cultura

Galeria angolana projecta artistas na Itália

Roque Silva

A Galeria  This Is Not A White Cube (TINAWAC) foi seleccionada para participar na Feira Internacional de Arte Contemporânea, Artissima, cuja 25ª edição realiza-se de 2 e 4 de Novembro, em Torino, Itália.

Obras dos criadores que estão a ser divulgados pela galeria
Fotografia: DR

A TINAWAC é uma das seis galerias africanas seleccionadas e a primeira angolana com presença na mostra de arte, onde se faz representar pelos artistas plásticos Cristiano Mangovo, Januário Jano, Pedro Pires e o moçambicano Gonçalo Mabunda.
Os artistas apresentam trabalhos com várias técnicas, em performances, quadros, instalação e fotografias, que lhe são característicos, fruto da criatividade e vivências. Os trabalhos fazem abordagens diversas, que vão desde os vários aspectos ligados à cultura africana, liberdade, emancipação, identidade e estereótipos em relação directa com educação, história e memória colectiva.    
A Feira Internacional de Arte Contemporânea deste ano tem a direcção artística da curadora e historiadora de arte Ilaria Bonacossa, de nacionalidade italiana. É realizada com o tema “Time Is On Our Side” (o tempo está do nosso lado), com um olhar estático numa moldura da memória e da celebração, mas com uma corrente dinâmica e capaz de definir o ritmo da mudança, enquanto captura o tempo de suspensão emocional activado por obras de arte.
Graduado  em  Pintura  pela Faculdade  de  Belas  Artes  de  Kinshasa (RDC), Cristiano Mangovo faz residências artísticas regulares, sendo as mais notáveis na Galeria First Floor.
Januário Jano é um dos mais proeminentes artistas angolanos, segundo os críticos de arte, tendo começado muito cedo, desenvolvendo a prática de criar imagens.
Nascido na década de 70, Pedro Pires explora no seu trabalho questões sobre identidade e estereótipos em relação directa com educação, história e instituições, interesse que vem da sua experiência pessoal em Angola, Portugal, África e Europa. Natural de Maputo, o artista plástico Mabunda aposta na memória colectiva de Moçambique.

Tempo

Multimédia