Cultura

Grupo Secret Crew faz apelo para a Covid-19

Matadi Makola

O grupo de rap Secret Crew anunciou, para breve, o lançamento da mais recente música intitulada “Pandemia”, visando levar os amantes de rap e não só a manterem os cuidados de segurança em tempos da Covid-19.

Fotografia: DR

Em declarações ao Jornal de Angola, o líder do Secret Crew, Calvin Pereira, disse que o grupo já está em estúdio e pretende lançar em breve uma música que tem como objectivo sensibilizar a população mais jovem para cumprir rigorosamente com as medidas de segurança no combate à Covid-19.

“Acho que, por sermos jovens, sentimos que podemos dizer também aos outros jovens aquilo que achamos ser o mais correcto. Pelo menos na nossa zona, aqui em Cacuaco, achamos que nunca é demais reforçarmos os apelos, e a música tem essa força. Sabemos que não são todos que seguem à risca as medidas de prevenção e isso se pode ver aqui mesmo em Cacuaco”, garantiu. 

Para Calvin Pereira, a música, apesar do seu sentido lúdico, tem a grande vantagem de tocar a sensibilidade das pessoas e ser acatada sem os formalismos das mensagens postas a circular por outras entidades. A seu ver, o município poderia também enveredar por iniciativas locais em conjunto com as figuras públicas e artistas, para assim puderem chegar ao público de cada localidade.

“Não é uma fase boa para os artistas, visto que estamos sem fazer nada. Acho que, naquilo que pudermos ajudar, principalmente no que toca à sensibilização, a nossa administração pode muito bem contar com o nosso apoio”, disse o líder do Secret Crew.

Formado em 2010, este grupo é composto por Calvin Pereira, Jerson Peres, Joaquin Gouveia e Edy Pakas. Tem quatro músicas proporcionais e já fez actuações em vários pontos de Cacuaco. O grupo surgiu para dar força ao movimento rap, cujo desenvolvimento é ainda muito lento no município, segundo a sua avaliação.

Tempo

Multimédia