Grupo apresenta dramas

Roque Silva |
25 de Abril, 2015

Fotografia: Paulino Damião |

O colectivo de teatro N’Guizani Tuxicane exibe amanhã, às 20h00, no palco da Liga Africana, em Luanda, o espectáculo “Cassinda Não Volta Atrás”, e domingo, à mesma hora e local, a peça “Desastre de Um Jovem”.

O primeiro espectáculo conta a história do jovem Cassinda, natural do Lunje, apaixonado por uma jovem, cujo pai impõe condições desprezíveis para o casamento com a sua filha.
Por amor a Chissole, Cassinda aceita o desafio de morar na casa do sogro Namunda e de ser enterrado vivo caso o pai da sua amada morra primeiro.
O ponto alto do espectáculo, segundo o director do grupo, tem lugar quando o pai de Chissole falece alguns anos depois e surge a dúvida se Cassinda deve cumprir o combinado.
A peça foi escrita por Hermenegildo Aguiar com o objectivo de divulgar contos populares e fábulas da província do Huambo. Estreada em 1997, “Cassinda Não Volta Atrás” foi uma das grandes revelações do projecto “Em Cena”, da Televisão Pública de Angola (TPA), em 1998 e que levou ao estrelato o grupo N’Guizani Tuxicane.

“Desastre de um Jovem”

O grupo regressa domingo ao palco da Liga Africana, para apresentar o drama “Desastre de um Jovem”, de autoria de Paulo Miala, que retrata a vida de um jovem luandense, de família humilde, cujo pai o enviou para a tropa para o disciplinar.
Segundo o director do colectivo de teatro, o jovem esvaziava o stock alimentar de casa com o seu doentio apetite. A sua vontade demolidora de comer de forma descontrolada afecta a economia do pai.
Este defende que só é homem quem tem educação militar e envia-o para a tropa sem o consentimento da mulher, pois considera a alimentação precária e a vida muito dura.
Fundado em Janeiro de 1995, N’Guizani Tuxicane é constituído por 18 elementos e tem no seu repertório, dentre outros, os espectáculos de teatro “Massoxi, as Lágrimas Provocadas” e “Infidelidade”.

capa do dia

Get Adobe Flash player




ARTIGOS

MULTIMÉDIA