Grupo de teatro instala núcleos nas províncias


28 de Outubro, 2015

O grupo de teatro Omala Veto Veya, do Bié, quer criar núcleos em todo o país para aumentar as acções de sensibilização sobre o VIH-Sida, disse ontem, em Saurimo, à Angop o seu responsável.

Dino Quibato afirmou que o objectivo, que começou a ser cumprido com a instalação de núcleos  no Cuanza Norte, Huambo, Malanje, Lunda Sul e Uíge, é ter cerca de um milhão de activistas em todo país.
O responsável referiu ser necessário que toda a sociedade, sobretudo jovens, contribuam no combate à descriminação das pessoas infectadas pelo vírus do VIH-Sida.
As peças apresentadas pelo grupo Omala Vetu Veya, criado em 2003 e constituído por 36 elementos, procuram salientar a importância intervenção social na resolução de vários problemas.
O grupo vendeu no domingo, em Saurimo, numa sessão de autógrafos o DVD “Sinto o Cheiro da Morte”, que conta a história de um jovem delinquente que morre devido ao consumo de drogas.
O Omala Veto Veya é um grupo de teatro da província do Bié, criado em 2003, com o propósito de contribuir na divulgação, educação, informação e sensibilização da população sobre as doenças transmissíveis sexualmente bem como para o desarmamento da população civil.

capa do dia

Get Adobe Flash player




ARTIGOS

MULTIMÉDIA