Grupos exibem teatro de qualidade no Kilamba

Manuel Albano |
9 de Setembro, 2016

Fotografia: DR

O Enigma Teatro apresenta no amanhã, às 20 horas, no Instituto Superior de Artes (Isartes), a peça “A Grande Questão”, no âmbito do Circuito Internacional de Teatro (CIT), que decorre todos os fins-de-semana até 17 do corrente mês, na Centralidade do Kilamba.

O encenador Tony Frampénio disse ao Jornal de Angola que a peça mostra a importância do respeito pelos princípios morais que regem a sociedade. “As pessoas culpam os responsáveis da Administração pelo mau estado da centralidade, quando a responsabilidade pela melhoria das condições deve ser de todos”, disse.
“A Grande Questão” é uma história sobre Luanda que, devido a discordâncias, termina num tribunal. Os seis actores que interpretam a peça “procuram chamar a atenção do público para as várias situações sociais que contribuem para denegrir a imagem da capital do país”.
Tony Frampénio afirmou que a peça, cujas personagens são designadas como Povo, Capital, Advogado, Dona Justiça, Empresário e Estrangeiro, “procura ser o mais abrangente possível e não se limita apenas a mencionar defeitos, mas sugere também soluções para alguns dos problemas que afectam Luanda”.

“Rei sem coroa”

A companhia de teatro Ndokweno Artes, fundada no ano 2000, apresenta no domingo, às 20 horas, no Instituto Superior de Artes (Isartes), a peça de José Pires Gonçalves “Rei cem coroa”, adaptada e encenada por Pinto Nsimba, também no âmbito do Circuito Internacional de Teatro (CIT). De acordo com a sinopse, lança um olhar sobre os factos do dia-a-dia em Angola.
O CIT tem também promovido, nos fins-de-semana, mesas-redondas para troca de experiência entre actores, encenadores e companhias de teatro sobre o processo de criação artística, no Isartes. “A adaptação de textos dos escritores nas peças de teatro”, “O crescimento do teatro em Angola”, “Os conteúdos” e “O processo de criação artística para o desenvolvimento das artes cénicas” são alguns dos temas abordados.

“Brincando de Cinderela”


A companhia infantil do grupo de teatro Miragens apresenta domingo, às 16h00, a peça “Brincando de cinderela”, no Isartes, na Centralidade do Kilamba, em Luanda, no âmbito do CIT.
O espectáculo  é uma adaptação do conto clássico de Walt Disney à realidade angolana, no qual crianças exprimem os seus desejos e sonhos. A peça transmite alegria, com cenas repletas de diversão, jogos e entretenimento, onde realçam as recreações das décadas de 80 e 90 e o início de 2000.
Para dar realidade ao espectáculo de teatro, a direcção convidou crianças e adultos que, ao longo da história, convidam para o espaço cénico pessoas da plateia a participarem em algumas cenas da peça .
O director artístico do Miragens disse ao Jornal de Angola que o texto obriga, durante o espectáculo, as personagens a solicitarem apoio do público para ajudar a resolver alguns problemas.
José Silveira Teixeira explicou que a ideia da criação da companhia infantil surgiu das crianças que acompanham a preparação diária do grupo Miragens e imitam algumas das suas cenas.
O objectivo, disse, é garantir o futuro e a continuidade do colectivo e criar um público mais crítico desde a infância. A companhia infantil conta com 12 crianças e prevê-se ainda, nos próximos tempos, incluir outras do distrito urbano do Rangel e arredores.
A intenção, reforçou o director, é ocupar os tempos livres das crianças do distrito urbano do Rangel, integrando-as no projecto, cuja base é a transmissão de conhecimentos para representação do teatro.
O Miragens Teatro surgiu há 21 anos, na Igreja de Nossa Senhora de Fátima, numa actividade de luta contra as drogas, na qual os integrantes apresentaram um jogral. O trabalho artístico mereceu elogios e o grupo mantém-se até hoje.
O colectivo é um dos pilares das artes cénicas nacionais e tem, entre outras distinções, os prémios nacionais de Cultura e Artes de 2009 e de Teatro de 2001. A peça é apresentada todos os domingos deste mês, às 20 horas, no Isartes, no âmbito do CIT, explicou o director do CIT, Adérito Rodrigues “Bi”.

capa do dia

Get Adobe Flash player




ARTIGOS

MULTIMÉDIA