História de Angola debatida na "Maka"


20 de Agosto, 2015

A abordagem sobre a reconstrução do processo histórico-social angolano nas obras “De rios e guerrilheiros dos rios”, de Luandino Vieira, “Noites de vigília”, de Boaventura Cardoso, e “O reino das Casuarinas”, de José Luís Mendonça, marca a próxima edição da “Maka à Quarta-Feira”, que se realiza no dia 26, na União dos Escritores Angolanos (UEA).

Em comunicado de imprensa, a UEA avança que a abordagem vai ter como orador o docente de teoria de literatura na Escola Superior Pedagógica do Bengo, Joaquim João Martinho.
Sobre o tema, o orador adianta que pretende analisar sintomas caracterizadores da paródia da história, com o propósito de reflectir como esses autores ficcionam a memória colectiva angolana e aferir de que contexto o lócus enunciativo emerge, uma vez que o recurso à história pode constituir uma forma de rebater a nação.
Joaquim Martinho é professor de Teoria da Literatura na Escola Superior Pedagógica  do Bengo. Também ensina Literaturas Africanas de Língua Portuguesa no Seminário Maior de Luanda.

capa do dia

Get Adobe Flash player




ARTIGOS

MULTIMÉDIA