História do teatro angolano analisada em mesa-redonda

Mário Cohen |
24 de Outubro, 2015

Fotografia: Paulino Damião |

O teatro em Angola é debatido nos dias 27 e 28 numa mesa-redonda no Centro Cultural Português, em Luanda, na qual participam os dramaturgos José Mena Abrantes, Walter Cristóvão, Beto Cassua, Orlando Domingos e Africano Kangombe.

A iniciativa, integrada no programa “Há Teatro no Camões” subordina-se ao tema “Um Olhar Sobre os 40 Anos do Teatro Angolano”.
No primeiro dia, além da mesa-redonda, é apresentada às 18h30 a peça “O Preço do Fato”, pelo grupo Pitabel, com encenação e direcção de Adérito Rodrigues. O programa do segundo dia inclui um debate, que começa às 17h00, sobre “A Importância da Investigação nos Processos Criativos das Artes”, que tem a participação de Sílvio Nascimento, Borges Macula, Mornia Cirilo, Vanda Pedro, Celma Pontes, Luís Kifa, Manuel José e Filipe Petronilho. Às 18H30, é apresentada peça “Roque Santeiro” pelo grupo Twana Teatro, dirigido por Victor Sampaio.
O grupo Amor à Arte apresenta meia hora depois “Cuidado com a Boca”, de Marisa Júnior.

capa do dia

Get Adobe Flash player




ARTIGOS

MULTIMÉDIA