História do Uíge levada às escolas


5 de Julho, 2014

Fotografia: Dombele Bernardo

O historiador Patrício Batsíkama defendeu, no Uíge, a inclusão da Batalha de Ambuila nos currículos escolares.

Patrício Batsikama, que dissertava sobre o tema “A Batalha de Ambuila-factos e implicações históricas” na “Maka à Quarta-feira", promovida pela União dos Escritores Angolanos (UEA) no Uíge, disse que “as batalhas de Kifangondo, Mavinga e Ambuila devem merecer mais divulgação por parte das instituições de ensino e académicos, para que as novas gerações conheçam, de facto, as suas implicações na história de Angola”.
O historiador pediu aos estudantes universitários do Uíge para pesquisarem mais sobre esta batalha para que seja divulgada e conhecida em todo o país.
Membros do Governo Provincial, docentes e estudantes universitários assistiram à “Maka à Quarta-feira", que teve como moderador o escritor Luís Fernando, membro da UEA.
Depois do Bengo, Uíge é a segunda província a realizar o “Maka à Quarta-feira" fora da capital, que é o cenário habitual.

capa do dia

Get Adobe Flash player




ARTIGOS

MULTIMÉDIA