Historiador apresenta contos

Francisco Pedro |
2 de Março, 2016

Fotografia: Paulino Damião

Um recital de contos tradicionais e poemas brasileiros com o contador de histórias e produtor cultural Fábio Malavoglia  realiza-se amanhã, às 19h30, no Centro Cultural Brasil-Angola.

O recital de poemas é acompanhado  pelo guitarrista angolano Jorge Semedo, dos Impactus 4. Os poemas são de autoria dos escritores Carlos Drumond de Andrade, Gregório de Matos, Paulo Leminski, Olavo Bilac, Manoel Bandeira e Mário Quintana.
Para intercalar os poemas, Fábio Malavoglia lê os contos “O Rei e a Bruxa”, “Histórias do Mulá Nasrudin”, “História dos Dois que Sonharam” e “Entre os Tigres e o Abismo”.
O contador de histórias pretende que a sessão seja interactiva, com a participação do público  no decurso das suas intervenções. 
 Um dos propósitos de Fábio Malavoglia, enquanto produtor cultural, é juntar artistas de diferentes expressões, entre artistas plásticos, dançarinos, músicos, escritores, actores e estudantes, para que se produza um momento de confraternização. “Estendo o convite a todos os que se interessam por cultura em todas as suas vertentes, para   podermos partilhar a herança comum da língua portuguesa.”
Estudioso de contos tradicionais de vários países, há 30 anos, Fábio Malavoglia tomou contacto com a literatura oral angolana muito recentemente, tendo conhecido apenas duas fábulas da cultura tcokwe.
Fábio Malavoglia admitiu que as lendas são universais e todas as sociedades  têm as suas versões, apenas mudam as circunstâncias e os lugares. Como exemplo citou a história de “Kiricú e a Feiticeira”, uma longa-metragem de animação franco-belga, de 1998, do realizador Michel Ocelot.

capa do dia

Get Adobe Flash player




ARTIGOS

MULTIMÉDIA