Cultura

Histórias da cidade da Kyanda transmitidas aos mais jovens

O desaparecimento gradual das fontes orais e a pouca publicação de obras sobre os hábitos e costumes dos luandenses são debatidos sexta-feira, a partir das 16h00, na Casa da Cultura "Njinga a Mbande", no Distrito Urbano do Rangel.

 

Fotografia: DR

Como prelectores no primeiro encontro sobre "Luanda, sua história, gastronomia, hábitos e costumes" foram convidados o cantor Dionísio Rocha, o escritor Kajimbagala e o jornalista Salas Neto. O encontro visa assinalar os 443 anos da fundação da cidade de Luanda. Em declarações hoje, ao Jornal de Angola, a directora da Casa da Cultura "Njinga a Mbande", Patrícia Faria, disse que a iniciativa visa ajudar a resgatar e contribuir para o reavivar de conhecimentos socioculturais de uma urbe que congrega costumes, tradições e gastronomia rica, como sinais da identidade cultural de um povo.

 

 

Tempo

Multimédia