Holanda rende homenagem ao pintor Vincent Van Gogh


16 de Novembro, 2014

A Holanda lembrou o 125º aniversário da morte do mestre do pós-impressionismo Vincent Van Gogh com várias iniciativas culturais que também têm lugar em França e na Bélgica, países com os quais o artista teve uma ligação especial.

O objectivo da homenagem é “mostrar o trabalho e a vida de Van Gogh e como ele ainda é fonte de inspiração para artistas de todo o mundo”, disse à Agência Efe a directora do museu Vincentre, da cidade de Nuenen, Simone van der Heiden.
“Van Gogh 2015, 125 anos de inspiração” é uma realização da Fundação Van Gogh Europa com apoio de museus e instituições patrimoniais dos três países vinculados à vida, obra e fonte de inspiração do artista holandês.
Van der Heiden indicou também que a iniciativa “é muito importante para Nuenen, porque não há outro lugar no mundo que pode estar mais perto da vida de Vincent Van Gogh”, no sul da Holanda.
A apresentação oficial dessas actividades foi a inauguração, na cidade de Eindhoven, de um ciclo projectado pelo jovem artista holandês Daan Roosegaarde.
Ele criou um caminho com milhares de pedras luminosas que se carregam de energia durante o dia e se iluminam à noite, uma interpretação pessoal de Roosegaarde da obra-prima “Noite Estrelada”, de 1889. O programa cultural vai mostrar a obra e as influências de Van Gogh noutros artistas plásticos, posteriores e contemporâneos, e também a fonte de inspiração que o seu trabalho significou para outras disciplinas, como a arquitectura e a música.
O museu Kröller-Müller vai organizar a partir do dia 25 de Abril de 2015 a exposição “Van Gogh & Co.”, que vai comparar naturezas mortas, paisagens e outras peças relevantes de Van Gogh com obras de artistas que trabalham os mesmos géneros.
Em Setembro do ano que vem, o museu Van Gogh vai inaugurar a exposição “Munch - Van Gogh” para destacar as semelhanças e as diferenças entre estes dois grandes génios da pintura.
A eles soma-se o museu Het Noordbrabants com “Projecto da região dos refeitórios de batatas: os desenhadores conhecem Van Gogh”, que vai mostrar as conexões entre desenhadores da região de Brabante e três famosas obras do pintor.
A região de Brabante, onde o artista nasceu, cresceu e pintou a sua primeira grande obra, “Comedores de batatas” (1885), prepara um programa especial com exposições, actividades educativas e eventos culturais, como o espectáculo “O mundo de Van Gogh” em Zudert, “O novo Vincent” em Tilburg, e “O caso Vincent” na sua terra natal (Nuenen).
O toque final da comemoração é a estreia, no final do ano que vem, do espectáculo “Vincent”, do produtor de cinema e apresentador holandês Albert Verlinde.

capa do dia

Get Adobe Flash player




ARTIGOS

MULTIMÉDIA