Instalação de Edson Chagas nos EUA


7 de Novembro, 2015

Fotografia: Edson Chagas

A instalação “Found Not Taken” de Edson Chagas está patente ao público de hoje até 20 de Março no Museu de Arte Moderna (MoMA), em Nova Iorque.

“Found Not Taken”, que já esteve em Veneza, é apresentada agora nos Estados Unidos, no âmbito da exposição “Oceano de Imagens”, que celebra os 30 anos da mostra anual “New Photography” do MoMA.
A instalação é constituída por fotografias de tamanhos diferentes. Edson Chagas é um dos 19 criadores e colectivos de artistas de 14 países convidados para a apresentação de trabalhos na exposição “Oceano de Imagens”, que inclui fotografias recentes.
O site do MoMA salienta que os artistas foram convidados por “os trabalhos explorarem os efeitos de uma realidade pós Internet através das imagens”.
A direcção do “Oceano de Imagens” refere que examina “as várias maneiras de experimentar o mundo, através de imagens que nascem digitalmente”.
O site do MoMA diz que o  título da exposição “refere-se especialmente à Internet, vista como um local onde um turbilhão de imagens se fundem”.
 A mostra apresenta trabalhos que “redefinem criticamente a fotografia como campo de experiências e investigação intelectual”.
O site  esclarece que “os artistas participante exploram também a cultura, baseada em fotos contemporâneas, mas com enfoque específico para a conectividade, circulação de imagens, redes de informação e modelos de comunicação”.
A abertura da exposição coincide com o lançamento de uma plataforma online com vários arquivos da série “New Photography”, que inclui documentos e imagens feitas ao longo deos 30 anos do projecto. Edson Chagas, formado em fotojornalismo no London College of Comunication, frequentou o curso de fotografia documental na Universidade de Newport, País de Gales e outro nas áreas de publicidade e fotojornalismo na Escola de Imagem e Comunicação de Portugal. Desde 2008, desenvolver trabalhos artísticos fora dos padrões de fotojornalismo. Participou em exposições individuais e colectivas em Angola, Brasil, Portugal, Alemanha, Camarões, Etiópia e Grã-Bretanha.
 “Luanda Cidade Enciclopédica”, com a sua assinatura, foi em 2013 o destaque do Pavilhão de Angola na Bienal de Veneza, tendo conquistado o Leão de Ouro.

capa do dia

Get Adobe Flash player




ARTIGOS

MULTIMÉDIA