J K Rowling revela novos detalhes


19 de Dezembro, 2014

Fotografia: Divulgação

Rowling prometeu surpresas diárias até ao Natal e está a cumprir, embora não sejam histórias inéditas de Harry Potter, como chegou a ser noticiado.

No fim-de-semana, os fãs ficaram a saber que uma personagem secundária da saga, Florean Fortescue, dono de uma geladaria, chegou a ter um papel determinante numa versão inicial de “Os Talismãs da Morte”, último livro da série.
J K Rowling tem tentado manter vivo o interesse dos fãs de Harry Potter com charadas e revelações que vai deixando no site Pottermore, incluindo a notícia de que existe um argumento razoavelmente elaborado, mas que nunca chegou a ser usado em nenhum dos livros, em torno de Florean Fortescue, uma personagem secundária que faz algumas breves aparições em “Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban”, o terceiro dos sete livros que compõem a saga do jovem feiticeiro.
Material que noutras circunstâncias os fãs de Potter recebiam com gratidão, mas que agora lhes vai saber provavelmente a pouco, depois de alguma imprensa ter noticiado que Rowling ia publicar no seu site 12 novas histórias de Harry Potter, ao ritmo de uma por dia. Os responsáveis do site já vieram desmentir a informação, lamentando o equívoco e dizendo que os jornais perceberam mal a promessa da escritora de que os seguidores de Pottermore iam ter “12 dias de surpresas festivas”. Rowling tem um gosto particular por charadas e já por várias vezes criou enigmas para desafiar os seguidores do seu site. No dia 12 voltou à carga com este problema em verso: “Numa casa de Spinner’s End, um encontro teve lugar: uma mãe em lágrimas pede socorro para o filho.
 Dispondo-se a ajudar, embora não saiba como, que mestre de poções pronunciou um voto inquebrantável”? A resposta, bastante óbvia para quem tivesse presente o último livro da série, “Harry Potter e os Talismãs da Morte”, era Severus Snape, o algo sinistro professor de poções da escola de magia de Hogwarts. Quem acertou na solução teve direito a nova informação sobre a cidade de Cokeworth, onde o jovem Severus Snape se apaixonou pela mãe de Harry Potter, Lily.
Quem deslindasse posteriores charadas ficava ainda a saber que Florean Fortescue, proprietário de uma geladaria na ruela Diagonal, uma artéria comercial para feiticeiros, chegara a ser o protagonista de uma narrativa que Rowling acabou por não usar em nenhum dos livros da série. Harry Potter trava conhecimento com Florean em “O Prisioneiro de Azkaban”, quando usa a esplanada da geladaria para estudar ou para se encontrar com os seus amigos Ron e Hermione. Fica também a saber que um dos antigos ­directores de Hogwarts se chamava Dexter Fortescue. No penúltimo volume da série, “Harry Potter e o Príncipe Misterioso”, Florean desaparece. Numa entrevista dada em 2007, Rowling confirma que este morreu, ao mesmo tempo que adianta ter escrito a história de Fortescue, que afinal não era apenas um vendedor de gelados, mas que este sub-enredo fora sacrificado porque não conseguira encaixá-lo na narrativa principal.
Agora a escritora levantou um bocadinho o véu, confirmando que Florean era de facto descendente de Dexter Fortescue e dizendo que tencionara usá-lo no último livro como fornecedor de pistas a Harry Potter na sua busca pelos talismãs da morte. Inventou por isso uma trama em que Florean era raptado e depois salvo por Harry Potter e pelos seus amigos, mas acabou por desistir dela e arranjar outra fonte de informação ao jovem feiticeiro. “No fim de contas, parece que o fiz ser raptado e morto sem motivo nenhum”, escreve Rowling. “Não é o único feiticeiro que Voldemort [o vilão da série] matou porque sabia de mais ou de menos”, acrescenta, “mas é o único cuja morte me pesa na consciência, porque a culpa foi toda minha”.
A escritora tem deixado no seu site várias outras incursões no universo de Harry Potter, dando informações suplementares sobre alguma personagem ou aprofundando, por exemplo, o tópico dos caldeirões mágicos. Mas se esta actividade pode criar em alguns fãs a expectativa de poder vir a ler em breve um novo livro de Harry Potter, a verdade é que Rowling parece continuar mais empenhada em prosseguir a série de romances policiais protagonizados pelo detective Cormoran Strike, de que já publicou dois títulos, assinados com o pseudónimo Robert Galbraith.

capa do dia

Get Adobe Flash player




ARTIGOS

MULTIMÉDIA