J.K. Rowling decide relatar drama de jovem


12 de Agosto, 2014

A escritora britânica J.K. Rowling enviou uma carta manuscrita de apoio à jovem Cassidy Stay, única sobrevivente de um tiroteio que acabou com a vida da sua família em Julho no Texas (EUA), informa o jornal “Daily Telegraph".

Assinada em nome do feiticeiro Dumbledore e escrito em tinta púrpura, a iniciativa de Rowling chega depois da adolescente de 15 anos ter comovido o mundo ao ler um excerto do seu livro favorito, “Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban”, no funeral da sua família.
A jovem, que agora vive com o seu avô, fez suas as palavras do director de Howarts, Albus Dumbledore, nesse livro, nas quais proclama que “a felicidade pode ser encontrada até nos momentos mais difíceis, só é preciso acender a luz”.
Cassidy perdeu os pais e os quatro irmãos no passado dia 9 de Julho num crime cometido pelo ex-marido da sua tia, Ronald Lee Haskell, que se apresentou na sua casa perguntando pela antiga esposa e, ao não obter a resposta desejada, disparou friamente sobre todos os presentes. Com a carta, a autora britânica enviou a Cassidy uma varinha “mágica”, uma carta de aceitação na escola de magia Howarts, material escolar e um exemplar assinado do terceiro livro “Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban”.
Um porta-voz da escritora, de 49 anos, confirmou que “J.K. Rowling esteve em contacto com Cassidy Stay”, mas que “o conteúdo da carta permanece em privado”.

capa do dia

Get Adobe Flash player




ARTIGOS

MULTIMÉDIA