Jovens aconselhados a cultivar a leitura


21 de Setembro, 2015

Fotografia: Paulino Damião |

O escritor António Ngula Chivinga aconselhou, ontem, em Ondjiva, província do Cunene, os jovens a cultivar mais o gosto e hábito de leitura, para ampliarem os seus conhecimentos.

De acordo com o escritor, os jovens devem ler muito, mas de forma diversifica, obtendo diferentes livros nas bibliotecas e livrarias, o que vai permitir o crescimento intelectual, moral e cultural. “Tem sido visível, nos jovens e crianças, a falta de hábito de leitura, facto que limita a aquisição de conhecimentos, bem como não conseguem ­fazer pesquisas e investigação científica, para que estejam bem formados e informados”.
Segundo o escritor, muitos preferem a Internet para pesquisa, “porque querem encontrar tudo feito”, o que não contribui para a sua capacidade de raciocinar e ter uma formação de qualidade. António Ngula Chivinga é membro da Brigada Jovem de Literatura e autor das obras “Exortação à maturidade Cristã” (2014), “Que Futuro para as Línguas Nacionais Angola-Abril” (2014) e “General Kundy Paihama, Uma História de Batalhas e Conquistas”.

capa do dia

Get Adobe Flash player




ARTIGOS

MULTIMÉDIA