Jovens artistas plásticos têm nova direcção

Roque Silva
3 de Novembro, 2014

A Brigada Jovem dos Artistas Plásticos (BJAP), afecta à União Nacional dos Artistas Plásticos (UNAP), conta desde sexta-feira com um novo corpo directivo, eleito por unanimidade, para um mandato de quatro anos.

Sem votos contra e abstenções, os 25 eleitores votaram na lista única, liderada por Adão Guimarães Mussungo, coordenador-geral, e Mariza dos Santos, presidente da Mesa da Assembleia Geral.
O trabalho a ser desenvolvido pela nova direcção da BJAP é supervisionado por António Feliciano Dias dos Santos “Kidá”, membro da comissão directiva da UNAP. Nos próximos dias, a UNAP e a BJAP começam a trabalhar nos estatutos desta instituição cultural.
O artista plástico Adão Guimarães Mussungo referiu que a nova direcção da BJAP vai trabalhar para despertar nos jovens o gosto pelas artes, estimular a criatividade e promover a inserção de novos membros na instituição.
A ideia é envolver a juventude em actividades que ajudem o país a crescer e a desenvolver-se através da educação artística.
O secretário-geral da UNAP, Etona, referiu que a BJAP é uma célula estratégica para a organização e disciplina dos futuros artistas plásticos. O diálogo, a responsabilidade da direcção e dos membros da associação juvenil são necessários, de forma a promover as criações dos jovens artistas plásticos.
“A BJAP é um viveiro da UNAP, daí que é considerada uma estratégia interna da UNAP. Os frutos das artes plásticas passam também pela sua gestão e é nossa preocupação mantê-la viva enquanto juventude angolana.”
A actual direcção geriu os destinos da associação juvenil desde Fevereiro, como Comissão de Gestão. O núcleo juvenil tem actualmente 57 membros.

capa do dia

Get Adobe Flash player




ARTIGOS

MULTIMÉDIA