Cultura

Jovens Criadores felicitam autoridades

Jovens criadores angolanos felicitaram na quarta-feira, em Lisboa, capital portuguesa, o Executivo angolano, através do Ministério da Cultura, do governo do Zaire e da comunidade científica nacional pela inscrição do Centro Histórico da Cidade de Mbanza Kongo, antiga capital do Reino do Kongo, na lista do Património Cultural Mundial da UNESCO.

Fotografia: Jaimagens | Edições Novembro

A mensagem de felicitações foi transmitida pelo chefe da delegação dos Jovens Criadores Angolanos, David Goubel, ao adido cultural da Embaixada de Angola em Portugal, Luandino de Carvalho, que integrou a equipa do Ministério da Cultura, chefiada pela titular da pasta, Carolina Cerqueira, que participou de 2 a 12 do corrente mês em Cracóvia, Polónia, na 41.ª sessão do Comité do Património Mundial.
O Centro Histórico da Cidade de Mbanza Kongo ganhou no sábado último o estatuto de Património Cultural Mundial, fruto da inclusão na lista de bens e sítios culturais, protegidos pela Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura (UNESCO).
A candidatura de Mbanza Kongo teve votação unânime dos membros do Comité do Património Mundial durante a 41.ª sessão do Comité do Património Mundial.
Desde a fundação do Reino do Kongo no século XIII, a cidade de Mbanza Kongo foi a capital, o centro político, económico, social e cultural, sede do rei e a sua corte, e centro das decisões. Mbanza Kongo foi, no século XVII, a maior vila da Costa Ocidental da África Central, com uma densidade populacional de 40 mil habitantes nativos.

Tempo

Multimédia