Cultura

Jovens criadores reforçam cooperação

A realização da VIII Bienal dos Jovens Criadores dos Países de Língua Portuguesa (CPLP), que ontem iniciou, na Vila Nova de Cerveira, é uma mais-valia para o fortalecimento do conhecimento dos angolanos, considerou, naquela região de Portugal, o líder do Fórum Juvenil Angolano, David Goubel.

Artes plásticas angolanas estão patentes na mostra da CPLP
Fotografia: Paulino Damião | Edições Novembro

Em declarações à Angop, aquando da abertura do evento, a decorre até sábado, o presidente do Fórum de Jovens Angolanos referiu que, visto que Angola está a diversificar a sua economia e a juventude é a sua força motriz, o encontro vai permitir a aquisição de experiências de outros participantes.
A Bienal, a ter lugar no norte de Portugal, disse, vai dar a oportunidade para que “os angolanos troquem experiências com jovens de diferentes países, podendo implementar os conhecimentos em Angola”, para além de estreitem relações entre si, disse David Goubel.
No evento, a delegação nacional vai prestar informações sobre o que o governo angolano tem feito no que se refere a investimentos para os jovens criadores nos diversos sectores.
Integram a comitiva, 25 elementos, entre os quais 20 jovens criadores e cincco dirigentes, entre artistas plásticos, estilistas, cantores, percussionistas, dançarinos, fotógrafos e um grupo de teatro.

Tempo

Multimédia