Cultura

Jovens incentivados a gostar de leitura

Mário Clemente | Huambo

O escritor Victor Hugo Mendes promove desde ontem, na cidade do Huambo, uma Feira do Livro e palestras, com objectivo de incentivar nos jovens o gosto pela leitura.

Escritor Víctor Hugo Mendes
Fotografia: DR

As actividades decorrem durante três dias e enquadram-se nas festividades da paz . O projecto denomina-se “Ler é paz” e conta com a participação de expositores das províncias de Luanda e Benguela, com cerca de 800 obras. “Orgulha-nos bastante poder contribuir no desenvolvimento do país, oferecendo conhecimentos às pessoas”, disse Victor Hugo, adiantando que é uma digressão que está a realizar pelo Sul do país.
Nesta digressão, já passou pelas províncias de Benguela, Namibe e Lubango,  uma digressão que junta palestras e feiras de livros, no sentido de cultivar o gosto pela leitura aos jovens académicos.
“Para mim, é um grande orgulho. Este é um desafio para nós, visto que, em tempos,  o Presidente da República fez questão de referir,  no seu discurso de abertura do ano lectivo, na Lunda Sul, que o país faz-se com conhecimento. Então nós estamos a contribuir  e a dar voz a este tipo de trabalho”.
Victor Hugo Mendes tem três obras escritas, lançadas no mercado, nomeadamente “O meu livro de pensamentos”, “Face 69” e “Tchiwekinha, o menino vencedor”, e duas com previsão de publicação ainda este ano. Para esta feira, o escritor trouxe 400 exemplares de cada obra.
Graciano Catumbela, expositor e responsável de Projectos da Associação Literária do Movimento Slalom, disse que os cidadãos da província estão a afluir em massa à feira.
 “Trouxemos livros diversos, com maior foco nos académicos, científicos, de auto ajuda, motivacional e de empreendedorismo”, concluiu.

Tempo

Multimédia