Júri internacional avalia obras concorrentes ao concurso

Mário Cohen
15 de Outubro, 2015

A edição do Prémio ENSA ARTE 2116, nas categorias de Pintura e Escultura, vai ser avalizada por um mestre com “curriculum” internacional integrado no júri e críticos de artes.

Miguel Gonçalves, membro da organização, disse que o objectivo dessa inovação é dar maior importância ao concurso e aos artistas pelo facto de os seus trabalhos serem avaliados por um júri internacional, que é especialista no mercado mundial das artes, bem como um representante da empresa organizadora e outro da Aliança Françesa de Luanda.
A outra inovação da próxima edição do concurso ENSA ARTE, cujas obras são entregues até 15 de Janeiro de 2016, é o facto da organização criar uma página na rede social Facebook, na qual vão estar disponíveis várias informações sobre o concurso, como o regulamento, a ficha de inscrição e uma área para comentários.
O valor dos prémios para os vencedores das categorias de Pintura e Escultura mantém os 1.500.000 kwanzas. Para os segundos classificados das duas categorias, o prémio está avaliado em um milhão de kwanzas, enquanto os vencedores do Prémio Juventude vão receber 500.000 kwanzas e um conjunto de material de pintura e escultura.
Os vencedores dos Prémios Especiais na disciplina de Pintura e Escultura vão receber 350.000 kwanzas. Para esta edição do prémio, os artistas galardoados com menções honrosas vão receber um conjunto de material de Pintura e Escultura, para desenvolver os seus trabalhos.
As obras concorrentes estão cobertas por uma apólice de seguro garantido pela ENSA no valor de 600.000 kwanzas.
O Presidente do Conselho de Administração da ENSA, Manuel Gonçalves, garantiu que a empresa de seguros de Angola vai continuar apoiar as artes, a cultura e todos os artistas.
A directora cultural da Aliança Francesa, Pauline Vilemagne, que se encontra no país há três semanas, disse que os vencedores dos prémios na categoria da Juventude vão frequentar um estágio durante um mês em França, tendo a possibilidade de trocar experiências com artistas plásticos de outras nacionalidades e visitar museus.
O Prémio ENSA ARTE foi instituído em 1991, tendo a ideia surgido no ano anterior por ocasião de uma exposição de sete pintores angolanos. O concurso tem como objectivo premiar artistas e contribuir para a elevação da cultura nacional, incentivando a criatividade.
O júri distingue os criadores das artes plásticas a nível nacional, bem como os artistas das províncias e os jovens nas categorias de Escultura e Pintura.  A cerimónia de entrega de prémios está marcada para Abril de 2016, no mês em que abre também uma exposição com as obras concorrentes.

capa do dia

Get Adobe Flash player




ARTIGOS

MULTIMÉDIA