Cultura

Kilamba esgota lotação

Calabeto, Lulas da Paixão, Dina Santos, Legalize e Eddy Tussa animaram, no domingo, em Luanda, o “Muzongué da Tradição”, em homenagem aos cantores Urbano de Castro e Óscar Neves, no Centro Recreativo Kilamba, que registou lotação dos amantes da música angolana.

Dançarinos exibem dotes no Centro Kilamba
Fotografia: João Gomes | Edições Novembro

A festa teve início às 12horas com Eddy Tussa que, com o seu estilo alegre e muita banga, interpretou temas de Urbano de Castro e Óscar Neves, duas figuras históricas da Música Popular Angolana, cujas músicas fizeram  sucesso na década de 70.
Eddy Tussa interpretou várias canções do seu repertório, com destaque para os álbuns  “Izenu mutale” e “Kassembele”.
Dina Santos e Lulas da Paixão deram sequência ao despique musical, dando lugar a Calabeto, todos acompanhados pela Banda Movimento. Legalize mostrou-se satisfeito por fazer parte dos cantores seleccionados para recordar as canções de Urbano de Castro e Óscar Neves. Agradeceu a organização do “Muzongué”  pelo contributo que tem dado para o engrandecimento da música  angolana, “essas actividades permitem passar aos  jovens a riqueza do semba e a história dos precursores deste ritmo popular.” 
Lulas da Paixão referiu ser importante homenagear os artistas que deram o seu  contributo para a promoção da música angolana, tendo sugerido que as homenagens sejam feitas em vida.
Um dos cantores e compositores de referência, tendo-se afirmado na década de 70, Urbano de Castro gravou mais de 50 músicas, enquanto Óscar Neves foi fundador do grupo Mira-Negro, no qual foi vocalista. O programa mensal “Muzongué da Tradição” teve início em Fevereiro de 2007, o objectivo é divulgar a música angolana produzida entre os anos 60 e 80.

Tempo

Multimédia