Cultura

Kotingo quer mais salas de espectáculos

O humorista Kotingo apontou, na segunda-feira, no Lubango, a necessidade de mais salas de espectáculos no país, como forma de promover a difusão e desenvolvimento das artes.

Ao falar à Angop no âmbito dos espectáculos no fim de semana no Pavilhão da Senhora do Monte, o artista lamentou a carência de infra-estruturas capazes de responder à difusão da arte  no domínio de humor, exibição de artes cénicas e música.
Segundo o humorista, a arte nos mais variados domínios contribui significativamente para a aceleração da diversificação da economia nacional.
“Hoje os artistas apresentam as suas obras em salas improvisadas, dai que os governos provinciais devem criar um orçamento para este fim, só assim arte vai se desenvolver e concomitantemente assegurar contribuições para o Orçamento Geral do Estado”, disse.
No  entender de Kotingo, a classe empresarial,  no âmbito da Lei do Mecenato, é   chamada a dar o seu apoio à criação de mais espaço e a incentivar a nova geração.
Kotingo reconheceu que em todos os municípios foram construídos centros recreativos, pouco aproveitadas porque não possuem as condições adequadas.

Tempo

Multimédia