Cultura

Livro “A Kynhunga” lançado em Malanje

Venâncio Victor | Malanje

A docente e escritora Antónia Manuel “Meguelita” lançou no último fim-de-semana, em Malanje, o seu mais recente livro intitulada “A Kynhunga”, em cerimónia de sessão de venda e assinatura de autógrafo, realizado na Biblioteca Provincial.

O livro “A kynhunga”, que em português significa "Repulso do pénis", conta com 162 páginas de contos que retratam a infância da escritora na sua terra natal, no município de Cacuso, província de Malanje. A escritora   disse terem sido disponibilizados para a província 400 livros.
A obra foi apresentada ao público  pelo director provincial da Cultura;  Mito Gaspar, que referiu que em “A Kynhunga” a autora escreve vários contos e histórias do quotidiano, mas com principal incidência para o vernáculo da língua quimbundo, onde as vivências das aldeias são igualmente retratadas.
Mito Gaspar disse que os conteúdos abordados no livro  vão desde a inveja, intriga, calúnia, boatos que fazem quase morada nos meios rurais.  “A escritora usa provérbios para caracterizar algumas figuras que a mesma traz na obra”, realçou. Mito Gaspar aconselhou a juventude a adquirir e fazer o consumo do livro npara enriquecer o seu vocabulário.
A autora disse que o livro junta alguns contos que se baseiam na sua infância rodeada de vários rapazes onde sempre teve a curiosidade de saber o porquê da realização destas cerimónias conhecida também como circuncisão, que eram realizadas aos jovens da aldeia em que viveu.

Tempo

Multimédia