"Áfricas Ocultas" já está nas bancas

Jaquelino Figueiredo | Soyo
27 de Abril, 2016

Mavenda Nuni yÁfrica, nome literário de Gabriel Ambrósio, procedeu ontem, na Escola Superior Politécnica do Soyo, afecta à Universidade 11 de Novembro, na cidade do Soyo, ao lançamento do seu primeiro livro intitulada “Áfricas Ocultas”.

O livro, em prosa e editado no Brasil, contém 266 páginas, nas quais o autor faz uma abordagem fundamentalmente o papel da mulher africana no contexto do desenvolvimento político, económico, social e cultural.
O livro está dividido em subtítulos, nos quais são abordadas várias temáticas do contexto africano que enfatizam o papel da mulher africana e angolana de forma particular para afirmação do continente berço da humanidade em todas as vertentes.
“As mulheres em geral a nível do continente africano sempre desempenharam funções importantes para as nossas sociedades, em particular as angolanas, têm sido proeminentes quer no desenvolvimento actual, quer no passado, onde se destacam as figuras de Nzinga Mbandi, Kimpa Vita e outras que deixaram um legado para todos os povos do berço da humanidade”, acrescentou o autor.
A escolha da cidade do Soyo para acolher a cerimónia de lançamento de “Áfricas Ocultas”, disse Mavenda Nuni yÁfrica, tem a ver com o facto de a região ser um marco na história da colonização do território que deu origem a Angola.

capa do dia

Get Adobe Flash player




ARTIGOS

MULTIMÉDIA