Agostinho Neto na "voz" de Moçambique

Manuel Albano|
28 de Fevereiro, 2015

Fotografia: Paulino Damião

Agostinho Neto foi uma figura política incontornável na luta de libertação nacional de Angola e ajudou os moçambicanos a instruírem-se nos ideais da liberdade e patriotismo, defendeu ontem em Luanda o escritor moçambicano Óscar Monteiro, na apresentação do seu livro “De Todos se Faz um País”.

Durante o acto de apresentação do livro, realizado no Memorial Agostinho Neto, o autor disse que começou a conhecer Angola quando chegou a Coimbra. “Cresci com muitos angolanos nos estudos e na vida associativa anticolonial.”
O livro, referiu, foi escrito com base na sua opinião sobre alguns dos angolanos que conheceu e admirou ao longo dos anos. “Espero trazer mais e novas informações sobre a vida e obra de Agostinho Neto para os jovens”, disse.
Ontem foi igualmente apresentado pela Fundação António Agostinho Neto o DVD “Namibianos falam de Agostinho Neto”, testemunho audiovisual de personalidades do país do sudoeste africano sobre o “Fundador da Nação”. A embaixadora da Namíbia em Angola, Cláudia Uushona, que fez apresentação do DVD, disse que não é possível falar da Independência da Namíbia sem se citar Agostinho Neto. “Somos testemunhas de todos os sacrifícios que os angolanos consentiram e muitos deles morreram pela independência da Namíbia. Estamos agradecidos por tudo.”
O DVD tem testemunhos do antigo Presidente da República  Hifikepunie Pohamba e do actual Chefe de Estado Theo-Ben Gurirab, bem como do primeiro Chefe de Estado daquele país da África Austral, Sam Nujoma.

capa do dia

Get Adobe Flash player




ARTIGOS

MULTIMÉDIA