Angola saúda dia na bienal do livro


29 de Agosto, 2014

A República de Angola assinalou o seu dia na Bienal Internacional do Livro de São Paulo (Brasil), com a apresentação oficial do espaço “Ler Angola”.

A cerimónia teve lugar no espaço “Ler Angola” e foi presidida pelo embaixador de Angola no Brasil, Nelson Manuel Cosme, durante a qual abordou também sobre o alcance da presença angolana na bienal e a sua importância como expressão da diplomacia cultural do Executivo e como uma forma de aproximar mais os dois países.
“O Espaço ‘Ler Angola’ é o reflexo do trabalho que o Executivo angolano, chefiado pelo Presidente da República, José Eduardo dos Santos, leva a cabo no sentido de fomentar ainda mais o interesse pelo livro e incentivar o gosto pela leitura entre os angolanos, sobretudo junto da camada jovem, que representa a maioria da população de Angola.
Os vários livros que compõem o  espaço do país na Bienal são o resultado do Programa “Ler Angola”, lançado em 2013 com a primeira colecção dos 11 Clássicos da Literatura Angolana, durante as celebrações do Dia da Independência Nacional. O projecto inclui a reedição de obras de referência ligadas à história do país e à construção da identidade nacional.
O Programa “Ler Angola”, informou ainda a organização, vai lançar ainda este ano, por ocasião da celebração de mais um aniversário da independência de Angola, outras 11 obras inéditas de escritores da nova geração, assim como uma colecção anual dos 11 Clássicos da Literatura Angolana.

capa do dia

Get Adobe Flash player




ARTIGOS

MULTIMÉDIA