Cultura

António Chicola faz estreia hoje no mundo literário

O romance “Paciência Inquieta”, da autoria do docente António Chicola, é lançado na sexta-feira pelas 16h30 na Mediateca de Luanda, com a chancela de Viana Editora.

Fotografia: DR

 Entendido como contestante do preconceito e descriminação académica, o livro é o primeiro do autor António Chicola, que avançou que o mesmo está dividido em 24 capítulos e está escrito em 208 páginas, aborda a problemática do preconceito e descriminação académica sofrido por muitos estudantes, assim como a relação professor e estudante, um factor importante para a qualidade de ensino.
António Chicola adiantou, que os estudantes de hoje vão ser os professores do amanhã, por isso, há toda a necessidade de se implementar um ensino mais humanizado, em que estudantes e professores possam interagir, no âmbito do respeito dos pontos de vistas e as diferenças sociais para que o ensino conheça realmente os avanços desejados. Além de Luanda,  “Paciência Inquieta”
vai ser apresentado nas províncias de Benguela, Huambo, Cuanza -Norte e no Brasil. António Chicola é pseudónimo literário
de António Kicongo Francisco. Nascido em Viana, licenciado em Educação Física e Desporto pela Universidade Jean Piaget de Angola, é professor de Educação Física na Escola Internacional de Luanda.

Tempo

Multimédia