Arte contemporânea retratada em livro

Francisco Pedro |
21 de Novembro, 2015

Fotografia: Francisco Pedro

A Fundação Arte e Cultura apresentou quinta-feira, na galeria Tamar Golan, em Luanda, o livro “A Face da Arte Angolana Contemporânea”, que reúne 40 ilustrações de artes plásticas de autoria de 20 pintores angolanos.

No mesmo dia e local foi inaugurada uma exposição colectiva, que fica patente até 14 de Dezembro, inserida no projecto “A Face da Arte Angolana Contemporânea”.
No prefácio do livro, o presidente da Fundação, Aguinaldo Jaime, escreveu que a instituição orgulha-se de apresentar a obra no âmbito da sua missão de apoiar e contribuir para o crescimento da cultura em Angola.
Aguinaldo Jaime refere ainda que a Fundação tem vindo a estimular, desde 2005, a criatividade artística nacional.
Numa edição bilingue (em português e inglês), o livro reúne fotos dos quadros que pertencem à colecção da Fundação Arte e Cultura, seleccionados nos últimos quatro anos.
O livro foi inicialmente apresentado no mês passado na Feira Internacional de Arte Africana Contemporânea “1:54”, em Londres, e insere textos do artista Francisco Van-Dúnem e da jornalista israelita Mona Gainer-Salim.
Outros artistas referenciados no livro são Paulo Kapela, Van, Paulo Kussi, Miguel Gonçalves, Kabudi Elly, Mariza dos Santos, Toy Boy, Miguel Gonçalves e Mangovo.
Naama Margalit, da Fundação Arte e Cultura, frisou ao Jornal de Angola que o lançamento do livro e a exposição têm como objectivo divulgar a actividade da galeria Tamar Golan, bem como homenagear artistas e a comunidade ligada à cultura no país.
“Sinto-me muito feliz, porque estamos a festejar os 40 anos da Independência de Angola e quero pessoalmente convidar todos os artistas angolanos a não hesitarem em bater às nossas portas para promovermos as suas obras”, disse Naama Margalit.
O pintor Miguel Gonçalves considera que a iniciativa da Fundação Arte e Cultura ajuda a promover os artistas angolanos no exterior, “o que nos incentiva a trabalhar com mais satisfação e orgulho”.
O projecto contou com a parceria da consultora Adriano Maia Internacional (AM-Arte), sendo o livro uma concepção de Dominick Maia-Tanner e Naama Margalit.
A Fundação Arte e Cultura é uma organização sem fins lucrativos focada no desenvolvimento da cultura nacional, pelo mecenato, e incentivo a educação para as artes e o empreendedorismo.

capa do dia

Get Adobe Flash player




ARTIGOS

MULTIMÉDIA