Associação de cinema regista sugestões


15 de Agosto, 2016

Fotografia: Paulino Damião

Profissionais e amantes de cinema e audiovisual realizam um encontro no próximo dia 27, a partir das 10 horas, na sede da União dos Escritores Angolanos, em Luanda, organizado pela Associação Angolana dos Profissionais de Cinema e Audiovisual (Aprocima), com o intuito de apresentar ao Ministério da Cultura um documento que reflecte as preocupações da classe.

De acordo com Louro Domingos, secretário administrativo e financeiro da Aprocima, essa decisão surgiu após o encontro da ministra da Cultura, Carolina Cerqueira, com artistas de diferentes expressões no Cine Atlântico, em Luanda, “onde solicitámos a realização de um encontro só com a ‘família’ do cinema, porque temos questões muito específicas por debater”.
O encontro é extensivo aos profissionais que não são membros da Aprocima, bem como estudantes de cinema e pessoas interessadas em contribuir para que a sétima arte dê origem a uma indústria cinematográfica no país.
Fundada a 16 de Agosto de 2014, a Aprocima é uma associação nacional sem fins lucrativos, que goza de personalidade jurídica e autonomia administrativa e financeira.  De acordo com os estatutos, deve defender a divulgação dos hábitos e costumes nacionais nas produções cinematográficas e audiovisuais angolanas, cooperar com o Estado e a sociedade civil para o estabelecimento e implementação de políticas de desenvolvimento do cinema e audiovisual em todas as suas vertentes, visando a paz e a harmonia social.
Cooperar, também, com instituições internacionais congéneres, particularmente da Comunidade de Desenvolvimento da África Austral (SADC), Comunidade de Países de Língua Portuguesa (CPLP), União Africana e outras entidades com as quais Angola tenha acordos de cooperação no domínio do cinema e audiovisual.

capa do dia

Get Adobe Flash player




ARTIGOS

MULTIMÉDIA