Autobiografia de Neto lançada em Milão

Roque Silva |
17 de Junho, 2015

Fotografia: DR

Uma edição em italiano do livro “Agostinho Neto: Uma Vida Sem Tréguas, 1922-1979”, de autoria do jornalista Acácio Barradas, é apresentado hoje, às 15h00, no pavilhão de Angola na Expo Milão, em Itália.

A apresentação do retrato biográfico do Fundador da Nação é feita por Augusta Conchiglia, jornalista italiana que prefaciou o livro, e por Lucas Galletti, responsável pela sua tradução.
O acto, enquadrado nas festividades alusivas aos 40 anos da Independência de Angola, é presidido pela presidente da Fundação Doutor António Agostinho Neto (FAAN), Maria Eugénia Neto, que se deslocou a Itália com uma delegação integrada por familiares do Poeta Maior.
Estão presentes  membros da Cátedra Agostinho Neto, da Universidade de Estudos Roma Tre, além de membros do Corpo Diplomático.
O livro, de 221 páginas, tem testemunhos inéditos de familiares e amigos de António Agostinho Neto, desconhecidos pelo público em geral até a data do lançamento, 25 de Outubro de 2005, em Lisboa.
A primeira edição em português foi apresentada em alusão ao 26º aniversário da morte de Agostinho Neto e aos 30 anos da Independência de Angola. O livro também já teve uma edição em inglês. A obra traz nas suas páginas importantes documentos que apresentam algumas revelações de Agostinho Neto, com destaque para factos da sua juventude, o desterro em Cabo Verde e o episódio da fuga de Portugal.
Acácio Barradas publicou ainda depoimentos de distintas personalidades e autores angolanos e portugueses que conheceram o autor de “Sagrada Esperança”. O livro inclui uma cronologia dos acontecimentos pessoais, nacionais e internacionais (que marcaram o tempo em que Agostinho Neto viveu), bem como o período posterior, de ascensão política até ao auge da independência, a sua gestão na Presidência de Angola, até à sua morte.

capa do dia

Get Adobe Flash player




ARTIGOS

MULTIMÉDIA