Autor de “Calvin & Hobbes” quebra o silêncio após anos


14 de Junho, 2014

Fotografia: DR

O cartoonista Bill Watterson, autor da série “Calvin & Hobbes”, que se afastou da banda desenhada há três décadas,  regressou para colaborar em três livros da série “Pearls Before Swine”, do seu colega Stephen Pastis.

Bill Watterson quebrou o seu silêncio criativo para ser “desenhador convidado” na banda desenhada “Pearls Before Swine”. Tudo começou quando Stephen Pastis incluiu um elogio a “Calvin e Hobbes” numa das suas tiras e a enviou a Bill Watterson, agradecendo pela sua influência. Este respondeu-lhe e perguntou-lhe se Pastis não estava interessado numa colaboração pontual.
O autor de “Pearls Before Swine” ficou em êxtase com a proposta, e acolheu Bill Watterson em três das suas tiras, assumindo este a personagem de uma miúda que frequenta a instrução primária. “Foi o ponto alto da minha carreira”, escreveu Pastis no seu blogue.
Nas duas últimas décadas, Bill Watterson apenas emergiu do seu retiro duas vezes. Em 2013, para conceber o cartaz de um documentário sobre ele e “Calvin e Hobbes” (onde declinou participar), e este ano, para desenhar o poster de outro documentário, “Stripped”, co-assinado pelo realizador Frederic Schroeder e pelo cartoonista Dave Kellett, que foca um tema que lhe é muito querido: qual o futuro das tiras de banda desenhada, se os jornais em papel acabarem e restar apenas o mundo digital para os seus autores as publicarem.
Em 2011, o artista Bill Watterson fez também uma pintura a óleo para ser leiloada com o objectivo de angariar fundos para a investigação da Doença de Parkinson. O autor sempre recusou autorizar que “Calvin e Hobbes” aparecessem em qualquer tipo de produto de “merchandising”, voltando assim as costas a uma fortuna em direitos de autor, ao contrário do que fez Charles Schulz com os seus “Peanuts”.
O cartoonista também recusou uma oferta milionária do cineasta Steven Spielberg para transformar a sua tira de culto numa longa-metragem de animação. A última tira de “Calvin e Hobbes” foi publicada em 1995.
Formado em Ciências Políticas, pelo Kenyon College, nos Estados Unidos, o cartoonista Bill Watterson passou a dedicar-se mais a pintura, depois de deixar o mundo da banda desenhada.

capa do dia

Get Adobe Flash player




ARTIGOS

MULTIMÉDIA