Brasil homenageia Mário de Andrade


21 de Janeiro, 2015

Mário de Andrade, escritor, crítico literário, musicólogo e uma das grandes figuras da literatura moderna brasileira, é o homenageado da próxima Festa Literária de Paraty (FLIP), Brasil, de 1 a 15 de Julho.

A 13ª edição da FLIP coincide com os 70 anos da morte prematura de Mário de Andrade, em 1945, com apenas 51 anos, vítima de um enfarte.
A obra de Mário de Andrade abrange a vários domínios. Entre a publicada, salientam-se o romance “Macunaíma”, de 1928, que parte do trabalho etnográfico do alemão Koch-Grünberg sobre lendas de povos índios, e o livro de poesia “Pauliceia Desvairada”. Mário de Andrade foi também um grande pesquisador das questões ligadas ao folclore brasileiro e tem um importante trabalho no campo da etnomusicologia. Em 1928 publicou “Ensaio sobre a Música Brasileira”. Primeiro director do Departamento de Cultura de São Paulo, criou a Sociedade de Etnologia e Folclore, o Coral Paulistano e a Discoteca Pública Municipal.
Em Paraty decorrem iniciativas de alguma forma ligadas à influência de Mário de Andrade ena cultura brasileira e está previsto o lançamento de novos volumes da sua obra, entre os quais um inédito, “Café”, na qual o autor trabalhou durante anos, e cuja concepção inicial, conforme descreveu em carta de 1929 a Manuel Bandeira, era a de um “romance de 800 páginas cheias de psicologia e intensa vida”, mas que perto do fim da vida do escritor se transformou numa “ópera coral”.

capa do dia

Get Adobe Flash player




ARTIGOS

MULTIMÉDIA