Escritor fala sobre literatura


4 de Agosto, 2014

“A Literatura Angolana e os Factores Exógenos da sua Produção” é o tema da próxima “Maka à Quarta-feira”, a realizar-se no dia 6 deste mês, às 18h00, na União dos Escritores Angolanos (UEA) e cujo orador é o escritor José Luís Mendonça.

A UEA informa que o escritor leva ao debate um tema pouco discutido nos círculos literários do país, a questão dos factores que concorrem para a produção literária angolana.
Factores como as línguas, a imprensa, os estímulos à criatividade, como a oferta de livros, o ensino, o papel da família, do professor e dos próprios agentes literários, assim como uma ideia muito geral do estado da literatura angolana no século XXI são abordados no debate. A UEA refere ainda que é uma das associações culturais angolanas que estão plenamente engajadas em assegurar o êxito do II Festival Nacional de Cultura (FENACULT) que decorre em toda Angola, entre 30 de Agosto e 20 de Setembro.
Escritor e jornalista, José Luís Mendonça nasceu a 24 de Novembro de 1955, no Golungo Alto, província do Cuanza Norte. Licenciado em Direito pela Faculdade de Direito da Universidade Agostinho Neto, é director do jornal “Cultura”,  título das Edições Novembro.
José Luís Mendonça integrou a denominada “novíssima geração”, expressão escolhida para designar o conjunto de jovens que começaram a despertar, no início dos anos 80, para o que é literário.
Escritor prestigiado, membro da União de Escritores Angolanos, José Luís Mendonça escreveu vários livros, com destaque para “Chuva Novembrina”, edição do INALD, galardoado com o prémio de poesia “Sagrada Esperança” - 1981.

capa do dia

Get Adobe Flash player




ARTIGOS

MULTIMÉDIA