História recente de Angola transcrita em livro do escritor Auxílio Jacob

Manuel de Sousa e Afonso Costa | Namibe
16 de Julho, 2016

O livro sobre a história política de Angola nas suas mais distintas etapas, da autoria de Auxílio Jacob, intitulado “A história não se apaga, recorda-se”, foi apresentado ontem, na cidade do Namibe.

Em declarações ao Jornal de Angola, o autor garantiu não se trata de uma obra política, mas sim de um livro histórico que recorre aos factos políticos para atingir a dimensão social, económica e financeira, visando narrar uma investigação profunda de longos anos de pesquisa. O livro com 79 páginas retrata a história de Angola desde a década de 40 e conta nesta primeira tiragem com 1.500 exemplares. “... Ao percebermos que a nossa sociedade é heterogénea, em que as novas gerações são aquelas que se apresentam como sendo as que menos bem se portam. No estudo que foi feito, chegámos à conclusão de que o não se portar bem tem a ver com o facto de a nova geração desconhecer os factos que marcaram a história de Angola desde a colonização”, disse.
Ao tomar consciência desta realidade, o autor entendeu dar a sua contribuição, indo buscar factos que resultaram de uma investigação que o levaram a viajar para vários países, no sentido de buscar informações concretas sobre aquilo que foram as motivações da conspiração internacional e que ainda podem constituir uma ameaça que, no futuro, pode ainda pesar sobre o país. “É preciso moldar a consciência da nossa juventude, que pensa que o país que temos hoje é o mesmo dos anos anteriores, que conta com muitas infra-estruturas escolares, hospitalares, vias de acesso, economia com identidade e outros ganhos actuais”, frisou o escritor Auxílio Jacob.

capa do dia

Get Adobe Flash player




ARTIGOS

MULTIMÉDIA