Cultura

Jacques dos Santos incentiva a mudança

Amilda Tibéria |

O escritor Jacques dos Santos elogiou quinta-feira, em Luanda, os esforços desenvolvidos pelo Executivo, no sentido de se continuar a procurar soluções de resolver os principais problemas da população, apesar de reconhecer, existir ainda muitas tarefas por resolver.

Inquietações no livro “ 101 crónicas deste e de outro tempo”
Fotografia: João Gomes | Edições Novembro

Em declarações ao Jornal de Angola, à  margem do acto oficial de lançamento dos livros “101 crónicas deste e de outro tempo”  e “Nguéri-hi?- Makas da grande família”, realizado no Espaço Verde Caxinde,  Jacques dos Santos disse ser necessário continuar-se a apostar no produto interno, de maneira a valorizar mais os quadros nacionais.
Sobre o livro “101 crónicas deste e de outro tempo”, o autor retrata a realidade da sociedade angolana,  procurando trazer à reflexão as mais variadas realidades socioculturais dos povos angolanos. Afirmou que o livro é uma forma encontrada, no intuito de dar o seu contributo como um homem elucidado sobre algumas situações que vai observando ao longo dos anos. A dinâmica que o país vai tendo, explica o escritor, obriga a um maior esforço e dedicação de todos, de forma a melhorar cada vez mais, as condições sociais dos angolanos.
Em“Nguéri-hi?- Makas da grande família”, o autor descreve histórias contadas à sua maneira seguindo o pensamento do quotidiano angolano, povos, mitos, fábulas e a diversidade cultural dos grupos e subgrupos étnicos existentes no país. Os livros foram publicados sob a chancela da Editora Chá de Caxinde.
Jacques Arlindo dos Santos nasceu na aldeia de Dala Uso, no Libolo, província do Cuanza-Sul.  Foi Presidente da Associação Cultural e Recreativa Chá de Caxinde, da qual é membro fundador, de 1989 a 2016.  É escritor, livreiro e membro da União dos Escritores Angolanos, da ADRA e da Associação de Documentação Tchiweka. Em 2004, foi distinguido com o título de grande Oficial da Ordem do Rio Branco, comenda outorgada pela Embaixada do Brasil.

Tempo

Multimédia