Literatura e leitor na Academia BAI

Roque Silva |
22 de Abril, 2016

Fotografia: Paulino Damião

O aumento da aproximação entre a literatura e os leitores é o lema de uma feira de livro realizada hoje, a partir das 10h00, na Biblioteca da Academia BAI, em Luanda, em saudação ao Dia Mundial do Livro e dos Direitos de Autor, comemorado no dia 23.

A actividade, organizada pela Academia BAI, pretende incentivar às pessoas ao gosto pela leitura, num projecto que termina dia 30. A feira do livro, aberta ao público das 10h00 às 17h00, foi organizada de forma a realçar a diversidade na literatura angolana e estrangeira. O programa inclui a leitura de contos infantis, declamação de poesia, lançamento de livros, concertos de música, assim como seminários e palestras.
A porta-voz da actividade informou que foram convidados os escritores John Bella, Marta Santos, Carlos Ferreira “Cassé”, do Movimento Lev’Arte, e o músico Gari Sinedima.
Kâmia Madeira garantiu a presença de diversas livrarias e editoras, com destaque para a União dos Escritores Angolanos, Neokudilonga, Universitária, Texto Editores, Escolar Editora, Conhecimento Para Todos, Mulemba, Chá de Caxinde, Tchi Criativa, Mestria, Mayamba e a Africana Distribuidora. O dia de hoje está reservado à venda de livros de culinária, entre às 18h00 e às 19h00. Kâmia Maria disse que o objectivo é educar as pessoas através dos livros.
A perspectiva, disse, é ultrapassar os 900 visitantes registados na terceira edição, realizada o ano passado. “Temos um crescimento exponencial que vale a pena continuar. Queremos aproximar mais os livros às pessoas porque ler é sinónimo de uma sociedade inteligente”.

capa do dia

Get Adobe Flash player




ARTIGOS

MULTIMÉDIA