Livro "Cicatrizes" chega ao Huambo


8 de Agosto, 2014

“Cicatrizes” é o título do terceiro livro de Augusto Sapengo, apresentado no auditório da emissora da Rádio Nacional de Angola, no Huambo.

O livro narra, em diversas histórias de lamento e inspiração, contadas em 90 páginas, o sofrimento provocado pelo conflito armado e a contribuição que cada um, actualmente, deve dar para o desenvolvimento do país.
“A paz deve ser vista também como um momento de reflexão, para sabermos o país que queremos construir e sobre quais valores sobre o queremos assente. É preciso explicar a juventude qual é o melhor caminho aa seguir e a razão destes o fazerem”, disse.
O autor adiantou à Angop que procura, ainda, apresentar no livro uma proposta de reflexão pessoal. “A actual falta de solidariedade e patriotismo são um perigo para a concretização dos ideais da Luta de Libertação Nacional”, afirmou.
O resgate das raízes identitárias da cultura angolana e a preservação e divulgação dos valores da angolanidade deve ser, para Augusto Sapengo, uma luta de todos, principalmente os escritores, por serem formadores de opinião.
Para o autor, as pessoas devem começar a pensar em tudo o que já fizeram pela pátria, porque “só assim podem contribuir para que Angola seja um país melhor para se viver” e, acrescentou, a juventude é a peça chave para este desenvolvimento.
“Mas é preciso que seja feita uma aposta mais forte neste sector, de forma a garatirmos o futuro do país”, adiantou.
Augusto Sapengo é formado em contabilidade informatizada e estudante de Direito na Universidade José Eduardo dos Santos. É autor de “Coração de Mulher” e “Amor sem Barreiras”.

capa do dia

Get Adobe Flash player




ARTIGOS

MULTIMÉDIA