Livro de Pepetela sobre guerra e paz

Roque Silva |
5 de Maio, 2016

Fotografia: Jaimagens

“Se o passado tivesse asas” é o título do livro de Pepetela a ser apresentado hoje, a partir das 18h30, no Camões - Centro Cultural Português, em Luanda, no qual propõe uma reflexão sobre os problemas causados pela guerra e a consolidação da paz.

O romance assenta numa narrativa que alterna dois períodos distintos da vida dos angolanos, a começar em 1995, numa situação de guerra, passando para 2012, em que o país alcançou a paz e registou um crescimento económico. O livro descreve personagens, que o autor considera heróis anónimos da guerra passada, mas também sobreviventes das múltiplas contradições que caracterizam a sociedade actual do país.
Pepetela faz uma incursão em temas que recordam um passado tenebroso, ainda muito fresco na memória colectiva, e outros que marcam a actualidade. A narrativa é, por vezes, chocante, algumas vezes cruel, mas profundamente comovente. Os meninos de rua e os órfãos de guerra ganham destaque neste livro de 400 páginas, com a chancela conjunta da Leya e Texto Editores.
Pepetela assumiu um lugar de destaque na literatura lusófona após receber, em 1997, o Prémio Camões. A sua vasta bibliografia compreende romances, crónicas, fábulas e novelas, entre os quais  se destacam “Mayombe” (Prémio Nacional de Literatura), publicado em 1980, “As Aventuras de Ngunda” (1972), “Muana Pwó” (1978), “O Cão e os Caluandas”, “Yaka” (1985), “ Lueji, o Nascimento de um Império” (1990) e “Geração da Utopia” (1992).

capa do dia

Get Adobe Flash player




ARTIGOS

MULTIMÉDIA