Livro de Trierweiler no cinema


8 de Janeiro, 2015

Fotografia: AFP

O livro da ex-esposa de François Hollande, Valérie Trierweiler, vai ser adaptado ao cinema, anunciou a revista “Gala”, especializada em celebridades.

No livro “Merci pour ce moment” (Obrigada por esse momento, em tradução livre), Valérie critica o ex-marido e Presidente francês, François Hollande. Ela conta como era a sua vida no Palácio do Eliseu. E fala da história de amor vivida entre os dois e o fim da união há um ano.
A publicação bateu o recorde de vendas em França, no ano passado. A actriz e produtora Saida Jawad disse à “Gala” que “Valérie encarna a luta de uma mulher que grita a sua verdade”. E avisou: “Não preparo um filme polémico. Quero apenas contar a luta de uma mulher apaixonada, mesmo que a história seja excepcional, porque o homem amado é presidente. O tema, em si, permanece universal”, afirmou a produtora, que disse ter apoiado Hollande na campanha presidencial de 2012. Foi nessa época que ela conheceu Valérie, de quem se tornou amiga.
Entre os mordazes relatos, Valérie garante que, apesar de se apresentar como um homem que não gosta dos ricos, o seu ex-marido, “na verdade, não quer saber dos pobres”.
Dá um exemplo: “Ele, o homem de esquerda, diz em privado que os pobres são ‘os sem dentes’ e está muito orgulhoso do seu humor”, escreve Valérie.
“Romarin Films, a minha empresa de produção, em acordo com Valérie, desenvolve actualmente a adaptação cinematográfica do livro e estuda co-produções com empresas francesas e internacionais”, disse Jawad, confirmando à revista “Gala” que adquiriu os direitos do livro da amiga. Saida Jawad e Valérie Trierweiler, que é jornalista de profissão, são amigas de longa data. Trierweiler foi namorada de François Hollande e esteve ao seu lado quando este chegou ao Eliseu após vencer as eleições presidenciais de 2012. Separaram-se há um ano depois de ter vindo a público que o presidente francês mantinha uma relação amorosa secreta com a actriz Julie Gayet.
Após a separação, Valérie escreveu o livro, “Obrigada por este momento”, no qual revela detalhes sobre a sua relação amorosa com o presidente de França, mas também sobre as lutas internas que frequentemente minam o Partido Socialista, a que ele pertence. Uma das revelações mais demolidoras para Hollande nem teve que ver propriamente com a vida do casal e a traição, mas como o facto de ela contar que, em privado, em jeito de piada, o chefe do Estado se referia às pessoas pobres como sendo “os sem dentes”.

capa do dia

Get Adobe Flash player




ARTIGOS

MULTIMÉDIA