Morreu a poetisa Simin Behbahani


23 de Agosto, 2014

Fotografia: Reuters

A poetisa Simin Behbahani, defensora dos direitos das mulheres e da liberdade de expressão, cujos versos captaram as esperanças e decepções dos iranianos desde a revolução de 1979, morreu aos 87 anos.

Nomeada para o Prémio Nobel da Literatura, a escritora foi agraciada com o título informal de “Leoa do Irão” pela coragem que demonstrou diante da censura oficial, segundo os seus admiradores.
Depois de quase duas semanas no hospital Tehran Pars, a escritora morreu devido a problemas cardíacos e respiratórios, de acordo com a agência estatal de notícias Irna. Ela estava quase cega. “Até agora eu disse o que tinha a dizer, sempre que sou contra a morte, contra a matança e o aprisionamento”, declarou ela ao serviço persa da rede BBC em 2012.
Simin Behbahani expressou uma oposição ferrenha à prática do apedrejamento, forma de pena capital raramente utilizada.

capa do dia

Get Adobe Flash player




ARTIGOS

MULTIMÉDIA