Movimento literário aborda o quotidiano em livro

Manuel Albano |
30 de Agosto, 2015

Fotografia: Mota Ambrósio

“Borboletras” é o título da antologia de poesia compilada pelo Movimento Literário “Elas e as Letras”, que reflecte em verso histórias reais do comportamento humano com base em questões sócio-culturais.

Fênix Monteiro, membro do Movimento Literário, disse ontem ao Jornal de Angola que o livro deve ser apresentado ainda este ano e apresenta versos de 18 jovens autoras angolanas. O livro apresenta vivências dos angolanos do ponto de vista de mulheres com personalidades distintas. “São cenas constatadas no dia-a-dia, explorando também aspectos como as decepções, alegrias, conquistas, sucessos e ambições”, explicou.
A autora acrescentou que o livro reflecte a sociedade numa perspectiva diferente, bem como a complexidade das relações inter-pessoais.
A temática do livro analisa também as transformações e evoluções da sociedade, particularmente no universo feminino. “Hoje, as mulheres já querem estudar mais para estarem preparadas e enfrentar os desafios do mercado de trabalho”, sublinhou Fênix Monteiro.
O movimento “Elas e as Letras”, adiantou, pretendepublicar, ainda este ano, o livro “Temperos de Zunga”, com a participação de jovens autoras, com destaque para Bel Neto, Lua Poderole, Elisandra Neto, Luca Oliver, Adelina Rosa e a própria Fênix Monteiro.

capa do dia

Get Adobe Flash player




ARTIGOS

MULTIMÉDIA