Nobel da Literatura reedita obra de estreia


5 de Setembro, 2016

Fotografia: AFP

O livro “A guerra não tem rosto de mulher”, de Svetlana Alexievich, vencedora do Prémio Nobel da Literatura em 2015, chega, hoje, ao mercado português, sendo  um dos lançamentos da Elsinore, do grupo 20|20 Editora. 


“A guerra não tem rosto de mulher” marcou a estreia literária de Svetlana Alexievich em 1985 e a edição que chega agora pela primeira vez a Portugal, com tradução de Galina Mitrohovitch, é de 2002, rescrita e aumentada pela autora bielorrussa, de 68 anos. O livro é o resultado de quatro anos de pesquisas e entrevistas a dezenas de mulheres, com Svetlana Alexievich a mostrar a perspectiva das que participaram na II Guerra Mundial.
Este é também o primeiro de cinco livros de um projecto literário intitulado “Vozes da Utopia”, que a escritora desenvolveu em torno da ex-União Soviética (URSS), mas num registo polifónico, a partir da perspectiva de dezenas de histórias individuais.A série inclui ainda “O fim do homem soviético”, editado em 2015, pela Porto Editora, e “Vozes de Chernobyl”, já lançado pela Elsinore.
A editora portuguesa anunciou a publicação para 2017 dos restantes volumes, “As últimas testemunhas” e “Rapazes de zinco”. Entre os próximos lançamentos da Elsinore estão dois romances de estreia. Em Setembro sai “O luto é uma coisa com penas”, do autor britânico Max Porter, e no final de Outubro é publicado “Yoro”, da escritora espanhola Marina Perezagua. “O que não é teu não é teu”, colectânea de contos da autora nigeriana Helen Oyeyemi, e o romance “Anatomia de um soldado”, escrito a partir da experiência pessoal do ex-militar Harry Parker, que perdeu as duas pernas ao serviço do exército inglês, também saem em Portugal, com o selo da Elsinore.

capa do dia

Get Adobe Flash player




ARTIGOS

MULTIMÉDIA