Obras literárias são entregues até Março

Roque Silva |
13 de Janeiro, 2015

Fotografia: Domingos Cadência

Os interessados em concorrer ao prémio “Cordeiro da Matta”, edição 2014, têm até ao dia 30 de Março para entregarem os seus trabalhos, que têm de ser inéditos, na sede da Biblioteca Nacional de Angola, em Luanda.

O director da instituição referiu que o prazo de recepção dos trabalhos foi prorrogado para garantir a participação de um maior número de trabalhos.
João Lourenço disse que a atitude é vantajosa para o prémio pelo que “o aumento de trabalhos académicos e de investigação ao concurso já é uma realidade”. A organização recebeu uma quantidade considerável de trabalhos de doutoramento, mestrado e de licenciatura.
 “Esta edição foi lançada por altura do Festival Nacional de Cultura e acabou por ser confundida como uma das actividades incluídas no projecto. Muitos interessados, sobretudo autores de teses e trabalhos de fim de curso, não se aperceberam e decidimos prorrogar”, explicou, acrescentando que o limite de entrega estava marcado para o dia 29 de Novembro de 2014.
O júri pode atribuir até duas menções honrosas a cada uma das categorias em concurso. No caso de não atribuição de prémio numa das categorias ou mesmo a nenhuma delas em concurso, os valores monetários vão servir para promoção de acções de fomento e promoção do livro e da leitura em distintas bibliotecas pelo país.
As obras a concurso devem ser inéditas, da autoria de pessoas singulares ou colectivas, e apresentadas em três cópias em papel, no formato A4, e assinados com o pseudónimo do autor.
Os trabalhos vencedores em cada categoria são editados e publicados, e cada um dos seus autores recebe um milhão e 500 mil kwanzas, uma estatueta em bronze e um diploma.
O júri é nomeado pela direcção da Biblioteca Nacional e vai ser constituído por seis personalidades ligadas à literatura, ao campo académico e à investigação científica. 
O prémio “Cordeiro da Matta” é anual e destina-se a galardoar trabalhos feitos por angolanos na categorias de Literatura, Linguística e Investigação em História e Ciências Humanas.
Na Literatura, o candidato é livre de escrever o texto em ficção, poesia, teatro, crónica ou ensaio. O prémio foi instituído por ocasião dos 120 anos da morte de Cordeiro da Matta, uma das mais ilustres figuras da Cultura angolana.

capa do dia

Get Adobe Flash player




ARTIGOS

MULTIMÉDIA