Romance "Filho Querido" marca regresso de Nehone


9 de Maio, 2015

Fotografia: Miqueias Machangongo

“Filho Querido”, o novo livro de Roderick Nehone, com edição conjunta da Leya e União dos Escritores Angolanos (UEA), é apresentado no dia 14 na Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa. 


O romance, que se segues a uma colectânea de livros para crianças, do mesmo autor, “Kid Kamba”, é apresentado pelo professor Francisco Soares. Roderick Nehone, que pertence à última vaga da Geração Literária de 1980, revelações da ficção angolana, da qual também parte Cikakata Mbalundo, Jacinto de Lemos, Sousa Jamba e Mota Yekenha.
Os contornos e peripécias de algumas das vicissitudes da vida são explorados  com frequência pelo autor em análises profundas do quotidiano da sociedade angolana.
Roderick Nehone publicou antes “Génese (Prémio António Jacinto de Literatura, 1996), “Estórias dispersas da Vida de um Reino” (Prémio Sonangol de Literatura, 1996), “O ano do Cão” (Prémio Sonangol de Literatura, 1998), “Peugadas de Musa” (2001), “Tempos sem Véu” (2003) e “O Catador de Bufunfa” (2012).
Roderick Nehone, pseudónimo literário de Frederico Manuel dos Santos e Silva Cardoso, nasceu em Luanda a 26 de Março de 1965. Em 1989 concluiu a licenciatura em Direito na Universidade Central de Las Villas, Cuba. Foi docente da Universidade Agostinho Neto, em Luanda, de 1991 a 2004.

capa do dia

Get Adobe Flash player




ARTIGOS

MULTIMÉDIA